<BODY><!-- --><div id="flagi" style="visibility:hidden; position:absolute;" onmouseover="showDrop()" onmouseout="hideDrop()"><div id="flagtop"></div><div id="top-filler"></div><div id="flagi-body">Notify Blogger about objectionable content.<br /><a href="http://help.blogger.com/bin/answer.py?answer=1200"> What does this mean? </a> </div></div><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><div id="b-sms" class="b-mobile"><a href="sms:?body=Hi%2C%20check%20out%20Kibe%20Loco%20-%20a%20verdade%20%C3%A9%20%C3%A1cida%20e%20o%20kibe%20%C3%A9%20cru%21%20at%20kibeloco.blogspot.com">Send As SMS</a></div><form id="b-search" name="b-search" action="http://search.blogger.com/"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a id="flagButton" style="display:none;" href="javascript:toggleFlag();" onmouseover="showDrop()" onmouseout="hideDrop()"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/flag.gif" name="flag" alt="Flag Blog" width="55" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="as_q" /><input type="hidden" name="ie" value="ISO-8859-1" /><input type="hidden" name="ui" value="blg" /><input type="hidden" name="bl_url" value="kibeloco.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_search_this.gif" alt="Search This Blog" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google Blog Search" onclick="document.forms['b-search'].bl_url.value='kibeloco.blogspot.com'" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_search_all.gif" alt="Search All Blogs" value="Search" id="b-searchallbtn" title="Search all blogs with Google Blog Search" onclick="document.forms['b-search'].bl_url.value=''" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- var ID = 3465157;var HATE_INTERSTITIAL_COOKIE_NAME = 'dismissedInterstitial';var FLAG_COOKIE_NAME = 'flaggedBlog';var FLAG_BLOG_URL = 'http://www.blogger.com/flag-blog.g?nav=1&toFlag=' + ID;var UNFLAG_BLOG_URL = 'http://www.blogger.com/unflag-blog.g?nav=1&toFlag=' + ID;var FLAG_IMAGE_URL = 'http://www.blogger.com/img/navbar/1/flag.gif';var UNFLAG_IMAGE_URL = 'http://www.blogger.com/img/navbar/1/unflag.gif';var ncHasFlagged = false;var servletTarget = new Image(); function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} function blogspotInit() {initFlag();} function hasFlagged() {return getCookie(FLAG_COOKIE_NAME) || ncHasFlagged;} function toggleFlag() {var date = new Date();var id = 3465157;if (hasFlagged()) {removeCookie(FLAG_COOKIE_NAME);servletTarget.src = UNFLAG_BLOG_URL + '&d=' + date.getTime();document.images['flag'].src = FLAG_IMAGE_URL;ncHasFlagged = false;} else { setBlogspotCookie(FLAG_COOKIE_NAME, 'true');servletTarget.src = FLAG_BLOG_URL + '&d=' + date.getTime();document.images['flag'].src = UNFLAG_IMAGE_URL;ncHasFlagged = true;}} function initFlag() {document.getElementById('flagButton').style.display = 'inline';if (hasFlagged()) {document.images['flag'].src = UNFLAG_IMAGE_URL;} else {document.images['flag'].src = FLAG_IMAGE_URL;}} function showDrop() {if (!hasFlagged()) {document.getElementById('flagi').style.visibility = 'visible';}} function hideDrop() {document.getElementById('flagi').style.visibility = 'hidden';} function setBlogspotCookie(name, val) {var expire = new Date((new Date()).getTime() + 5 * 24 * 60 * 60 * 1000);var path = '/';setCookie(name, val, null, expire, path, null);} function removeCookie(name){var expire = new Date((new Date()).getTime() - 1000); setCookie(name,'',null,expire,'/',null);} --></script><script type="text/javascript"> blogspotInit();</script><div id="space-for-ie"></div>

Procure no site!

Web
Pilândia

  • Maio 2006
  • Junho 2006
  • Julho 2006
  • Agosto 2006
  • Setembro 2006
  • Outubro 2006
  • Novembro 2006
  • Dezembro 2006
  • Janeiro 2007
  • Fevereiro 2007
  • Março 2007
  • Abril 2007
  • Maio 2007
  • Junho 2007
  • Julho 2007
  • Agosto 2007
  • Setembro 2007
  • Outubro 2007
  • Novembro 2007
  • Dezembro 2007
  • Janeiro 2008
  • Fevereiro 2008
  • Março 2008
  • Abril 2008
  • Maio 2008
  • Junho 2008
  • Julho 2008
  • Agosto 2008
  • Setembro 2008
  • Outubro 2008
  • Novembro 2008
  • Dezembro 2008
  • Janeiro 2009
  • Fevereiro 2009
  • Março 2009
  • Abril 2009
  • Maio 2009
  • Junho 2009
  • Julho 2009
  • Agosto 2009
  • Setembro 2009

  • Nome:

    E-mail:

    Site:

    Mensagem:




    pilandia@gmail.com


    Este é um site de ficção e fantasia. Toda e qualquer semelhança com fatos e/ou nomes reais é mera coincidência.

    Powered by Blogger

     
    23 janeiro 2007

    É A MARVADA (PARTE 2)
    Vamos apresentar a seguir alguns tipos de bêbados:

    O Chorão - Este é um dos piores bêbados que há no mercado. É aquele cara que enche os cornos até não agüentar mais e depois abre o berreiro. Normalmente também é corno e, por isso mesmo, é conhecido no boteco pelo carinhoso apelido de 'rasga-fronha'. E quando não é corno é viado arrependido.

    O Político - Mais conhecido como 'Che Guevara dos Botecos', o político é aquele que bebe para libertar o país das suas mazelas. De cara cheia, ele faz discurso, ameaça ressuscitar Antonio Conselheiro, defende o anarquismo de Bakunin, passa de leve pelo Esquadrão da Morte, quer a volta das Capitanias Hereditárias e, por fim, lança a própria candidatura à presidência da República prometendo acabar com a viadagem em dois dias. O pior é que tem sempre alguém mais bêbado que apoia e ainda adere.

    O Empático - É o bêbado de bom coração e que dança de acordo com a música; se o parceiro está triste, ele fica triste também; se o parceiro resolve cantar, ele faz o estribilho; se o parceiro arrota, ele peida; se o parceiro está duro, ele paga; se o parceiro mexe com a mulher acompanhada do marido e o marido resolve partir pra porrada, ele então dá-no-pé porque ser empático é uma coisa, agora ser trouxa é outra bem diferente.

    O Conquistador - É o gostosão das paradas. Sem muita consciência dos seus próprios limites, ele enche os cornos para dar em cima das mulheres. Bom de papo, boa cantada, equilíbrio razoável e um bafo insuportável, ele não dispensa ninguém. Basta ser fêmea para ele propor o coito.

    O Valente - Este é um chato de galocha. Sóbrio é uma dama, mamado vira macho. Vira-e-mexe está desacatando alguém, chama pra porrada, diz que faz e acontece, provoca o maior auê e só acalma depois que leva umas 'bifas' na idéia. Quer dizer, paga mico e ainda sai com a bochecha ardendo. Grande malandro!!! Dia seguinte, no trabalho, ele diz que a 'cara rosada' é alergia e que a mancha roxa foi chupão da namorada.

    O Inconveniente - É aquele que depois de tomar umas truacas não mede as palavras e desanda a falar besteira. Há dois tipos: o verbal , que se contenta com as palavras de baixo calão, e o gestual , que encena o que fala. Para ser mais explícito na sua inconveniência, adora brincar brincar de passar a mão na bunda dos outros, de arriar as calças em público e acha que está sendo o 'must' da festa. Geralmente só fica pianinho depois que leva um esporro da patroa. Afinal de contas, se ele ficar nú de verdade, todo mundo vai pensar que ela só casou com ele por causa do dinheiro...

    O Pagador-de-Micos - Grande personagem! Quase sempre é o cunhado da gente, já repararam? Na realidade, o Pagador de Micos é um pobre alcoolizado que dá azar nos pensamentos, só isso. Às vezes ele pensa que dá, e não dá; pensa que vai conseguir, e não consegue; pensa que é, mas não é. Solução, para ele, só uma: parar de pensar. E com urgência! De repente, quem sabe, vira até ministro...

    O Dorminhoco - Este é o que podemos chamar de 'bêbado-bundão'. Para ele, qualquer ombro pode ser babado e qualquer colo serve de cama. Basta tomar uma meia-dúzia de três ou quatro para abaixar a crista e apagar completamente. Alguns chegam até a roncar. E, durante o ronco, tem sempre um gaiato (também bêbado) prontinho para amarrá-lo e lambuzar sua cara com batom e talco. O pior é que todo mundo acha a maior graça. A sogra, então, morre de rir.

    O Poliglota - É aquele que perde o domínio sobre o aparelho fonador depois que toma seus birinaites. Ele até que é bem intencionado, tem boas idéias, só que a língua amolece, as bochechas desalinham, as cordas vocais entram em conflito existencial e aí é um verdadeiro desastre. Ninguém escuta o que ele diz e se escuta, não entende. Como último recurso para se fazer entender, tenta impostar a voz e fala mais alto.
    Conclusão: nem assim se faz entender e ainda cospe em cima de todo mundo.

    O Fiscal - É aquele que entra mudo e sai calado, não se manifesta e fica na moita o tempo todo, de copo na mão, só observando. Geralmente é fofoqueiro. Fica assim, paradão, só para 'decorar' direitinho tudo o que está acontecendo e no dia seguinte contar, tintim por tintim, quem estava com quem e quem saiu com quem. Ele, por exemplo, sai sempre sozinho. Também pudera... chato pra caralho!...

    O Aderente - É também conhecido por 'bêbado-chiclete'. Especialista em grudar no pé da gente, o aderente não abre mão da sua condição de 'chato espetacular',ou seja, aquele que chega dizendo 'alô você!' e nem se importa com o sinal de ocupado. Ele gruda de tal forma que até para você ir ao mictório precisa de 'habeas corpus', senão ele acompanha, observa e ainda tece comentários.

    O Dissolvente - É aquele que quando chega todo mundo vai embora. Coisa de energia, sabe cumé... Bêbado com esse problema de energia só deixa a galera feliz quando morre eletrocutado, e mesmo assim se ficar torradinho da silva.

    O Bicudo - Este é um belo estilo lábio-bochechal de ser. Alguns correligionários, depois de alguns tragos, costumam ficar com um bico tão expressivo que ninguém sabe ao certo se estão zangados ou a fim de beijar alguém. É preciso, então, observar a direção do bico: se for frontal, é zanga; virado para a esquerda, é enfado; agora, se virado para a direita... é frescura mesmo. Viadagem pura!

    Há, tem também aquele tipo que sai mijando em qualquer lugar...


    Nesse ângulo é raro de se ver!

    Compare preços de Uísque
    Postado por Vinicius