<BODY><!-- --><div id="flagi" style="visibility:hidden; position:absolute;" onmouseover="showDrop()" onmouseout="hideDrop()"><div id="flagtop"></div><div id="top-filler"></div><div id="flagi-body">Notify Blogger about objectionable content.<br /><a href="http://help.blogger.com/bin/answer.py?answer=1200"> What does this mean? </a> </div></div><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><div id="b-sms" class="b-mobile"><a href="sms:?body=Hi%2C%20check%20out%20Kibe%20Loco%20-%20a%20verdade%20%C3%A9%20%C3%A1cida%20e%20o%20kibe%20%C3%A9%20cru%21%20at%20kibeloco.blogspot.com">Send As SMS</a></div><form id="b-search" name="b-search" action="http://search.blogger.com/"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a id="flagButton" style="display:none;" href="javascript:toggleFlag();" onmouseover="showDrop()" onmouseout="hideDrop()"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/flag.gif" name="flag" alt="Flag Blog" width="55" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="as_q" /><input type="hidden" name="ie" value="ISO-8859-1" /><input type="hidden" name="ui" value="blg" /><input type="hidden" name="bl_url" value="kibeloco.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_search_this.gif" alt="Search This Blog" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google Blog Search" onclick="document.forms['b-search'].bl_url.value='kibeloco.blogspot.com'" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_search_all.gif" alt="Search All Blogs" value="Search" id="b-searchallbtn" title="Search all blogs with Google Blog Search" onclick="document.forms['b-search'].bl_url.value=''" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- var ID = 3465157;var HATE_INTERSTITIAL_COOKIE_NAME = 'dismissedInterstitial';var FLAG_COOKIE_NAME = 'flaggedBlog';var FLAG_BLOG_URL = 'http://www.blogger.com/flag-blog.g?nav=1&toFlag=' + ID;var UNFLAG_BLOG_URL = 'http://www.blogger.com/unflag-blog.g?nav=1&toFlag=' + ID;var FLAG_IMAGE_URL = 'http://www.blogger.com/img/navbar/1/flag.gif';var UNFLAG_IMAGE_URL = 'http://www.blogger.com/img/navbar/1/unflag.gif';var ncHasFlagged = false;var servletTarget = new Image(); function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} function blogspotInit() {initFlag();} function hasFlagged() {return getCookie(FLAG_COOKIE_NAME) || ncHasFlagged;} function toggleFlag() {var date = new Date();var id = 3465157;if (hasFlagged()) {removeCookie(FLAG_COOKIE_NAME);servletTarget.src = UNFLAG_BLOG_URL + '&d=' + date.getTime();document.images['flag'].src = FLAG_IMAGE_URL;ncHasFlagged = false;} else { setBlogspotCookie(FLAG_COOKIE_NAME, 'true');servletTarget.src = FLAG_BLOG_URL + '&d=' + date.getTime();document.images['flag'].src = UNFLAG_IMAGE_URL;ncHasFlagged = true;}} function initFlag() {document.getElementById('flagButton').style.display = 'inline';if (hasFlagged()) {document.images['flag'].src = UNFLAG_IMAGE_URL;} else {document.images['flag'].src = FLAG_IMAGE_URL;}} function showDrop() {if (!hasFlagged()) {document.getElementById('flagi').style.visibility = 'visible';}} function hideDrop() {document.getElementById('flagi').style.visibility = 'hidden';} function setBlogspotCookie(name, val) {var expire = new Date((new Date()).getTime() + 5 * 24 * 60 * 60 * 1000);var path = '/';setCookie(name, val, null, expire, path, null);} function removeCookie(name){var expire = new Date((new Date()).getTime() - 1000); setCookie(name,'',null,expire,'/',null);} --></script><script type="text/javascript"> blogspotInit();</script><div id="space-for-ie"></div>

Procure no site!

Web
Pilândia

  • Maio 2006
  • Junho 2006
  • Julho 2006
  • Agosto 2006
  • Setembro 2006
  • Outubro 2006
  • Novembro 2006
  • Dezembro 2006
  • Janeiro 2007
  • Fevereiro 2007
  • Março 2007
  • Abril 2007
  • Maio 2007
  • Junho 2007
  • Julho 2007
  • Agosto 2007
  • Setembro 2007
  • Outubro 2007
  • Novembro 2007
  • Dezembro 2007
  • Janeiro 2008
  • Fevereiro 2008
  • Março 2008
  • Abril 2008
  • Maio 2008
  • Junho 2008
  • Julho 2008
  • Agosto 2008
  • Setembro 2008
  • Outubro 2008
  • Novembro 2008
  • Dezembro 2008
  • Janeiro 2009
  • Fevereiro 2009
  • Março 2009
  • Abril 2009
  • Maio 2009
  • Junho 2009
  • Julho 2009
  • Agosto 2009
  • Setembro 2009

  • Nome:

    E-mail:

    Site:

    Mensagem:




    pilandia@gmail.com


    Este é um site de ficção e fantasia. Toda e qualquer semelhança com fatos e/ou nomes reais é mera coincidência.

    Powered by Blogger

     
    30 maio 2007

    O HOMEM-GALINHA-GATO
    Numa pequeníssima cidade no interior de São paulo com menos de mil habitantes, era preprada uma apresentação do Homem-galinha-gato. Um humilde palco é montado e pouco menos de 30 espectadores aguardavam a apresentação.Até o momento em que o locutor diz: - E agora... com muito orgulho apresento: O Homem-galinha-gatoooo....

    Nesse mesmo momento, um temporal começa a desabar com raios atingindo o palco. Todos fogem e os que sobram, ouvem o locutor dizer: - Por motivos de força maior, o show do Homem-galinha-gato será adiado. Algumas semanas se passam e todos ficam curiosos com o novo ídolo. A notícia se espalha até chegar numa cidade próxima a capital de porte médio, com uns 10 mil habitantes.

    Agora finalmente o show do seria apresentado. Dessa vez, numa praça com centenas de espectadores: - E agora... com muito orgulho apresentamos... O Homem-galinha-gatooo... E a multidão vibra com o anúncio. Porém,uma das caixas de som desabam sobre equipamentos e começam a pegar fogo. Em segundos, o palco todo já estava sendo incendiado. Depois da confusão: - Por motivos de força maior, o show do homem-galinha-gato será adiado.

    A população já estava afoita. Os jornais anunciavam e a notícia já chegava na capital paulista, aonde o majestoso homem-galinha-gato faria sua apresentação... agora no olympia. Chega o grande dia... 15 mil espectadores lotam o Olympia. As pessoas gritavam e aclamavam a aparição do Homem-galinha-gato. Até que: - E agora com vocês... HOMEM-GALINHA-GATOOOO... Antes que o ídolo pudesse entrar, centenas de presidiários libertados da prisão invadem o show e começam a esfaquear as pessoas. Muitos morreram, inclusive membros da produção do show. Uma confusão geral ocorre ali. Depois de tudo, mas uma vez o locutor leva a notícia: - Por motivos deforça maior, o show do homem galinha gato foi cancelado!

    No dia seguinte, a noticia de que os causadores da confusão foram condenados a pena de morte por ousar a interromper o show do super ídolo, o Homem-galinha gato. Agora, o Homem-galinha-gato estava na primeira página de todos os jornais. Muitos tentavam deduzir como seria sua fisionomia e suas características... mas só saberiam se fossem ao show no Morumbi. Ingresso para o show do Homem-galinha-gato: R$300,00. Algumas pessoas se prostituiam para poder assistir o show. Era o mais esperado do século.

    Morumbi lotado além da capacidade... 180 mil pessoas gritavam desesperadas para assistir o show. Até o sublime momento: - Senhoras e senhores... o grande... o majestoso... o rei: Homeeeem-galinhaaaa-gatooooo!!! Nesse exato instante, um terremoto estrondoso atinge o estadio, demolindo com o show. Muitas pessoas morreram e o locutor volta ao microfone pra dizer: - Por motivos de força maior... o show do homem-galinha-gato foi cancelado.

    A notícia se espalha e toda a região sudeste já aclamava pela aparição do magnífico Homem-galinha-gato. Ele já era elogiado em programas de tv, matérias de revista, em poemas e composições musicais. Era um mestre. Tudo o que devia fazer era apenas conseguir apresentar um show para comprovar que era realmente extraordinário. Mas dessa vez nada impediria. Nenhuma ameaça de terromoto, a segurança super reforçada. Enfim, tudo perfeito e nos conformes, planejado pelos maiores especialistas do país. No Maracanã, ingresso:R$500,00.

    O grande dia, maracanã lotado. 350 mil pessoas. 100 mil no gramado e 250 mil nas arquibancadas. Cada assento estava sendo dividido por duas pessoas. Não tinha espaço pra mais nenhuma mosca. Todos aflitos e ansiosos para o show do Homem-galinha-gato. Porém, antes de sequer o locutor entrar em cena, a arquibancada inteira desmorona devido ao peso. Metade das pessoas ali presentes morrem. Quando o locutor entra, já era pra anunciar o adiamento do show.

    A notícia se espalha pelo Brasil inteiro. Agora o Homem-galinha-gato era notícia nacinal. Uma edição especial inteira do jornal Nacional e do Globo repórter tiveram ele como tema principal. E a multidão já não aguentava mais esperar. O próximo show estava marcado para ser exibido em brasília, num palco especialmente construído sobre os dois prédios da câmara dos deputados. No grande dia, 10 milhões de pessoas estavam presentes e afoitas, desesperadas gritando: - Queremos galinha-gato! Queremos galinha-gato...

    E o grande momento chega. O locutor anuncia a entrada do homem-galinha-gato e as 10 milhões de pessoas vibram. Finalmente! Era a hora do show. De repente, inexplicavelmente, um avião desgovernado atinge o palco, destruindo-o. Todos ficam aflitos e assustados. O locutor no chão diz: - Não se preocupem! O Homem-Galinha-gato está vivo. Porém, por motivos de força maior, seu show será anulado!

    A notícia se espalha pela Américam latina. Agora seria coincidência demais que qualquer outra coisa atrapalhasse o extraordinário show do Homem-galinha-gato. Devido a falta de locais que abrigasse a demanda de espectadores, foi decidido que o local do novo show seria na Cordilheira dos Andes. Um palco com 200 metros de altura é projetado e mesmo assim, não era possivel que todas as 30 milhões de pessoas presentes pudessem vê-lo. Por isso, foram acoplados telões por todas as partes. Ingresso: 3 mil reais cada.

    Horas de expectativa antes do show, até o sublime momento do anúncio do início da apresentação: - Com vocês... Homem-galinha-gatooooo! Nesse instante, uma manada de rinocerontes desgovernados atacam o local, matando várias pessoas e destruindo o palco. Por motivos de força maior, o show do Homem-galinha-gato foi cancelado - diz o locutor.

    Não demorou para a noticia se espalhar no mundo todo. Agora o "Chicken-cat-man" estava famoso no mundo inteiro e todos imploravam por sua apresentação. Pessoas venderam suas casas, se prostituiram, traficaram drogas para compra os ingressos que agora custavam 6 mil reais por cabeça. Mas todos tinham a sensação de que valia a pena. O homem-galinha-gato supera Madona, Michael Jacksson e o papa .Agora era a maior personalidade do planeta.

    O show desta vez marcado para ser em Nova York, em um palco projetado no topo do Empire States com um telão gigante em cada lado da torre. 5 bilhões de pessoas presentes nas ruas de Nova Iorque. Praticamente o mundo todo estava lá. Um bilhão não pôde comparecer. Estes se suicidaram por desgosto, pois perderiam o grande show. As pessoas se matavam na platéia gigante, afoitas e desesperadas pelo show. Muitos morreram com cotoveladas na cara. As pessoas vibravam. A final da copa do mundo é cancelada. Todos os canais da TV exibiam. O mundo pára. E chega o grande momento: - Senhoras e senhores. O grande momento chegou! Com vocês... Homem-galinha-gato!!

    De trás de uma cortina preta, aparece um pé entrando no palco. O coração de todos aceleram. Era o Homem-galinha-gato. Logo, sua perna foi sendo revelada. Mas inesperadamente, um disco voador com alienígenas atacam o Empire States. A perna volta para a cortina e o palco é destruído. O acontecido vira notícia no mundo inteiro. Não, ninguém ligou para os alienígenas! Nas primeiras páginas dos Jornais estava a foto da perna do Homem-galinha-gato. Foto encontrada logo após em outdoors e pôsteres do mundo inteiro.

    A fama do Homem-galinha-gato era suspreendente. Novelas e progamas de TV saem do ar para exibir 24 horas por dia documentários sobre o Homem-galinha-gato. Já era de se esperar que a notícia se espalhasse por toda a Via Láctea. Uma estação intergalática com um orçamento de trilhões de dólares é projetada para o show. O público estimado era 10 trilhões de espectadores, incluindo todos os alieníginas. Não existia preço que pagasse o ingresso desse show. O planeta escolhido para o show foi Júpiter, devido a sua grande capacidade. Toda a via Láctea estava presente. Era o grande momento!

    - E agora... com vocês... senhoras e senhores... Hooooooooooooooooooomen-galiiiiiiiinha-gatooooooooooooo!!

    As 10 trilhões de pessoas gritam eufóricas provocando um estrondo ensurdecedor. Estavam loucos, pirados, eufóricos!! Porém, inacreditavelmente uma coisa inesperada acontece. Um cometa que vinha na direção do palco colide com a estação e destrói o show. O locutor entra no palco e diz no microfone: - Por motivos de força maior, o show do Homem-galinha-gato foi cancelado!

    A notícia se espalha por todo o universo. Agora, para o novo show, é montado uma plataforma milhões de vezes maior que a última em Júpter, capaz de abrigar o público estimado de 800 sextilhões de seres. O show era praticamente decisivo. Um estopim da humanidade. Um marco. Uma Glória!

    Os 800 sextilhões de espectadores aguardavam por horas o show. Não aguentavam de ansiedade. Parecia ser aquele o momento. Pessoas morriam sufocadas, pisoteadas e antes de começar o show. A adrenalina no coração dos que asistiam parecia a de uma montanha russa. Estavam descontrolados, totalmente eufóricos, fulminantes. Era de se entender. Parecia que dessa vez aconteceria o Magnífico, extraordinário e espetacular show do Homem-galinha-gato.

    Depois de dias de cerimônia, chega o momento: - E agora senhoras e sonhores de todo o universo! Com vocês... Homem-galinha-gatooooooooooo! Os olhares lacrimosos e afoitos não piscavam diante dos telões. Uma silhueta aparece no palco e surge assim a imagem de um homem normal. Ele pega o microfone... meio tímido. O silêncio paira no show inteiro. As sextilhões de pessoas ficam mudas.

    O homem-galinha-gato então diz no microfone: - Oi, cocóricó, miau!

    FIM

    Agora, só pra complementar, assista o vídeo abaixo:



    Compare preços de Revólver, um revólver...

    Marcadores:

    Postado por Vinicius